A chocante história real por trás do sequestro de Cleveland

Novidade no catálogo brasileiro da Netflix, Kidnapping in Cleveland surpreende os espectadores com uma história verdadeiramente chocante. Mas você sabia que o thriller é baseado em um sinistro caso real? A trama do filme trata de um crime famoso, que recebeu muita atenção da mídia internacional em 2013.

“Neste drama realista, a jovem Michelle Knight é sequestrada e mantida em cativeiro por 11 anos, encontrando coragem para sobreviver em meio a terríveis adversidades”, diz a sinopse oficial de Sequestro em Cleveland.

Continuar após o anúncio

O filme tem Taryn Manning – famosa por sua atuação na comédia-drama Orange is the New Black – e Raymond Cruz (Tuco Salamanca de Breaking Bad) como protagonistas.

Abaixo, explicamos tudo o que você precisa saber sobre a verdadeira história que inspirou a trama do sequestro de Cleveland na Netflix.

Sequestro em Cleveland deixa fãs chocados com história real chocante

Lançado em 2015, Cleveland Kidnapping é uma produção original da emissora americana Lifetime. Em outras palavras, é um filme de TV.

Baseado no livro “Encontrando-me: uma década de escuridão, uma vida recuperada(Finding Me: A Decade of Darkness, A Life Regained), o filme segue a história real de Michelle Knight.

O novo thriller da Netflix se concentra na história das vítimas de Ariel Castro (foto acima). Considerado “um dos criminosos mais infames da América”, Castro sequestrou Michelle Knight, Amanda Berry e Gina DeJesus entre 2002 e 2004.

Michelle Knight – interpretada por Taryn Manning em Rapto em Cleveland – tinha apenas 21 anos quando foi sequestrada por Ariel Castro. Amanda Berry e Gina DeJesus eram ainda mais jovens, com 16 e 14 anos, respectivamente.

See also  Tudo, em todos os lugares ao mesmo tempo: descubra o filme caótico de A24

As três meninas ficaram presas no porão de Ariel Castro até maio de 2013, quando Barry conseguiu fugir com sua filha de 6 anos.

(Visited 13 times, 1 visits today)